10 coisas que sua mãe tinha razão

Até que não se tenha lavado os dentes não vai jogar com o seu irmão. Você toca alguma coisa? Claro que sim.

10 coisas que sua mãe tinha razão

Artigos relacionados

A gripe de 1918: surgimento e propagação

Segunda-feira 10.09.2018

Prevenção do suicídio, a terceira causa de morte entre os mais jovens

Segunda-feira 10.09.2018

Não há um consumo mínimo de álcool é seguro durante a gravidez para o feto

Segunda-feira 10.09.2018

Este texto está sujeito à licença Creative Commons, o que pode ser reproduzido em outros sites, mas você deve citar-se o autor e inserir um link para esta publicação.

Os hábitos são adquiridos por imitação e da repetição de uma mesma ação durante um período de tempo. E sim, tua mãe, desde bem pequenino, não fazia outra coisa que repetirte que…

1. O lava-te os dentes!

E é que uma boa higiene bucal desde a infância, evita cáries, doenças das gengivas e dores em geral. Por isso, sua mãe insistiu tanto que, desde criança, a escovação de dentes fora de uma rotina do dia a dia ao levantar-se, deitar e depois de cada refeição. Porque, se não se aprende bem desde o início, o logo é mais difícil de corrigir!

2. O lança-te de creme!

Talvez sua mãe não conhecesse que a pele das crianças não conta com uma produção correta de melanina, nem com a capacidade ideal para dissipar o calor através das glândulas sudoríparas, mas sabia que, ao contrário da dos adultos, é uma pele imatura, que por si mesma não se protege adequadamente contra o sol. Graças à sua insistência evitaste uma exposição inadequada ao sol, que, além de ter provocado queimaduras solares e insolação, teria multiplicado o seu risco de desenvolver câncer de pele na idade adulta.

3. Coma devagar!

Queria comer rápido porque sabia que no final se esperavam a televisão ou os jogos. E, no entanto, sua mãe te insistia em que masticaras bem. Por quê? Porque além de evitar o risco de atragantarte, lhe proporcionava vantagens como desenvolver a sua mandíbula, fortalecer suas gengivas ou manter seus dentes saudáveis. E é conseguir que as crianças comam lentamente e que mastiquen muito a cada mordida é a melhor maneira de adquirir o hábito para toda a vida e, assim, evitar as digestões pesadas.

4. Coloca-te frente!

Certeza que você já perdi a conta da quantidade de vezes que sua mãe te disse que corrigieras sua postura… fazia para o seu bem, já que a dor nas costas é um dos desconfortos mais comuns e mais fáceis de evitar: adquirir uma correcta higiene postural desde pequenos (juntamente com a reforçar a musculatura abdominal e dorsolumbar com natação ou ginástica) é uma das melhores formas de evitar as doenças da coluna na idade adulta.

5. Desça a música!

Você terá dito mais de uma vez que você escolher surdo se seguías ouvir música a esse volume. O cético? Atento: cada vez são mais os jovens com problemas de audição decorrentes do mau uso de dispositivos eletrônicos como Ipods, MP3 etc… E é que os altos decibéis podem causar lesões no ouvido interno que, de forma irreversível, podem causar problemas de audição maiores e mais intensos em idades cada vez mais precoces.

6. Não te bater tv!

Embora não produza cegueira como se ameaçava sua mãe, usar telas perto demais de forma prolongada sim faz com que seus olhos se ressequem e, especialmente em crianças, pode gerar estresse visual e até mesmo vista cansada e miopia. O melhor conselho para evitar isso é se acostumar desde a infância para tentar manter a tela, pelo menos 50 cm de distância e, acima de tudo, apagarlas após um máximo de 2 horas.

Então, já sabe, basta caso a sua mãe e o sal para a rua! Você ganha em saúde ocular.

7. O lava-te as mãos!

As mãos são uma das principais vias de entrada de infecções pelo resto do corpo, já que entram em contato com o nariz, os olhos e/ou a boca, e sua mãe sabia. Por isso insistia para que adquirieras desde a infância o hábito de este pequeno gesto que dura cerca de 20 segundos e que é fundamental para prevenir a transmissão de muitas infecções, especialmente depois de ir ao banheiro e antes de tocar na comida.

8. Eu come a fruta!

Pode ser que estivesse errada com o de beber o suco rápido, porque se lhe iam as vitaminas, mas sua mãe sim tinha razão ao insistirte em que se acabaras legumes e a fruta. E é que ambas são fundamentais na dieta por vários motivos: são fonte de fibras e antioxidantes, quase não contêm gordura, ajudam a manter uma correcta hidratação e são uma fonte quase exclusiva de alguns nutrientes, como a vitamina C.

9. A cama!

Ela sabia disso: dormir bem é saúde. Sabia que uma boa qualidade do sono lhe permitiria, entre outras coisas, a maneira correta de manter a sua capacidade de concentração, controlar o seu humor e seus impulsos.

Já sabe: se você dorme pouco ou mal, aumenta o seu risco de contrair algumas doenças e diminui a sua qualidade de vida.

10. ¡Estuda!

Está confirmado: as pessoas mais ativas cerebralmente estão mais protegidas contra o declínio cognitivo, o que se traduz em bem-estar e prevenção de doenças como o alzheimer ou a demência. Assim, a insistência de sua mãe tem recompensa: ter se acostumado a ler diariamente desde pequeno é um dos exercícios intelectuais que mais se proteger do declínio cognitivo.

Tem dúvidas? Plantéalas nos comentários e responderemos com prazer.

A finalidade deste blog é fornecer informações de saúde que, em qualquer caso, substitui a consulta com o seu médico. Este blog está sujeito a moderação, de forma que excluem-se dele os comentários ofensivos, publicitários, ou que não se considerem adequados em relação com o tema que trata cada um dos artigos.
Os textos, artigos e conteúdos deste BLOG estão sujeitos e protegidos por direitos de propriedade intelectual e industrial, dispondo das empresas que formam o Grupo QUIRÓNSALUD (Rede de centros Quirónsalud), as permissões necessárias para a utilização das imagens,fotografias, textos, desenhos, animações e outros conteúdos ou elementos do blog. O acesso e utilização deste site não confere ao internauta qualquer tipo de licença ou direito de uso ou exploração de qualquer um, por isso o uso, reprodução, distribuição, comunicação pública, transformação ou qualquer outra atividade similar ou análoga, está totalmente proibida sem a autorização expressa por escrito do Grupo QUIRÓNSALUD. Para estes efeitos, e no que diz respeito ao texto deste blog, o mesmo está sujeito à licença Creative Commons, o que pode ser reproduzido em outros sites, mas você deve citar-se o autor e inserir um link para esta publicação.
QUIRÓNSALUD se reserva o direito de retirar ou suspender temporária ou definitivamente, a qualquer momento e sem necessidade de aviso prévio, o acesso ao blog e/ou os conteúdos do mesmo para todos os visitantes, internautas ou usuários de internet que não cumpram o estabelecido no presente Aviso, tudo isso sem prejuízo do exercício das acções contra os mesmos que procedam conforme a Lei e o Direito.

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply