10 mitos sobre o câncer

DRA. AITANA CALVO e DR. GUILHERME DE VELASCO / GREGORIO DO ROSÁRIO / DAVID TAMANHO | Gregorio Do RosarioViernes 15.12.2017

playInformativo SEOM: 10 mitos sobre o câncer

Os desodorantes e antitraspirantes produzem câncer?

“Como esse produto higiênico aplica-se nas axilas, muito perto de mama, especulou-se muito sobre se é um agente cancerígeno, sobretudo pela ação de substâncias químicas como o parabeno e o alumínio. Os estudos, para o fim de 2013, não deixam lugar a dúvida: os desodorantes e antitraspirantes NÃO produzem câncer”, afirma a doutora.

Como Se contrai o câncer?

“Os diferentes tipos de câncer não se contagiam de umas pessoas a outras, como uma gripe. O que sim é certo dizer é que alguns tumores malignos são desenvolvidos a nível corporal, seja por um transplante de órgãos ou tecidos mal planejado ou por culpa de certas bactérias e vírus, como o vírus do papiloma ou o vírus de Epstein-Barr”.

“Nestes casos, extremamente minoritários na transplantação, seriam os únicos que, por sua vez, poderiam dar origem a um tumor no fígado, no pulmão, na garganta, no colo do útero, no pênis ou no ânus. Os tumores NÃO se contagiam”, afirma o médico.

Nossa atitude psicológica, positiva ou negativa, condiciona a evolução do câncer?

“O doente de câncer não é responsável pelo desenvolvimento do tumor. O câncer será melhor ou pior em função de sua natureza, do estádio do diagnóstico e dos tratamentos (cirurgia, radioterapia, quimioterapia, imunoterapia, etc.)”.

“Os pacientes, como é lógico, precisam de um período de adaptação diante de uma doença tão desmotivadora. É normal um certo grau de preocupação e que se agobien perante o diagnóstico ou as recaídas. Sua atitude NÃO determina o sucesso ou o fracasso do câncer”, afirma a doutora.

Existem ervas ou plantas que curam o câncer?

“Um bom número de plantas que se utilizam em farmacologia estão sujeitas a quimioterapia, que luta contra muitos tipos de câncer, comoa folha do Tejo. E é verdade que alguns tratamentos alternativos (ervas medicinais) podem amenizar os efeitos colaterais dos tratamentos oncológicos”.

“Mas o potencial benéfico contra o câncer de ervas ou plantas só podem determinar os cientistas, os pesquisadores e os especialistas em oncologia médica“, afirma o médico.

Como os alimentos curam o câncer?

“Nenhum alimento por si só cura o câncer. Há que ter em conta que os tratamentos que se aplicam aos pacientes oncológicos são tóxicos, têm efeitos colaterais, e seu custo é muito elevado, pelo que oxalá tivesse algum alimento que curasse o câncer”.

“Outra questão é que todas as pessoas devem levar um estilo de vida saudável que inclua não fumar, não beber álcool, exercício físico diário ou uma dieta saudável, como a mediterrânea ou atlântica, para prevenir o desenvolvimento de tumores…. mas o alimento NÃO curam o câncer”, afirma a doutora.

O açúcar origina câncer?

“É verdade que o açúcar está associado ao sobrepeso e à obesidade, detonantes de algum tipo de câncer. Há que limitar o consumo de açúcar por muitos motivos, como a diabetes, mas não porque o fato de comer açúcar ocorrência do câncer.”

É mais, o doutor Guilherme de Velasco indica a seus pacientes na consulta que “se, de vez em quando você gosta de um bombom de chocolate, não te prives de fazê-lo. O açúcar, por si só, NÃO provoca câncer”.

O herdamos o câncer de nossa família?

“Em determinadas famílias se geram mutações nos genes e produz câncer. Entre 5% e 10% dos cânceres são hereditários e geralmente se observar agregação familiar, vários membros com o mesmo tipo de tumor, muitas vezes em idades precoces”.

“Na grande maioria dos casos, 90%-95%, o câncer é espontâneo. O câncer ocorre por mutações aleatórias em cada indivíduo, sem origem familiar ou hereditária”, afirma a doutora.

Como o estresse causa câncer?

“Nenhum estudo científico concluiu que o stress cause câncer. Não existe uma associação direta entre o aumento do estresse e a possibilidade de câncer. Sim, é certo que o estresse é uma condição negativa para todas as pessoas, e um paciente que desenvolveu câncer, ou outra doença grave, tem maiores níveis de estresse, o que leva a padecer desta doença neoplásica. O estresse NÃO produz câncer e não o desenvolve”, afirma o médico.

Os telefones móveis chamam o câncer?

“Os dispositivos eletrônicos de telefonia sem fio já fazem parte de nossa vida diária, tanto que seu uso se expandiu, até mesmo, as etapas para crianças; o que gera, naturalmente, uma grande preocupação social”.

“Hoje, NÃO existem evidências científicas de que este tipo de comunicação móvel ocorrência de câncer. Esta telefone emite energia de baixa frequência, não-ionizante, ao contrário dos RAIOS X ou o sol, que não emitem radiação ionizante, energia associada ao câncer”, afirma a doutora.

O câncer é sinônimo de morte?

“É absolutamente falso, já que a grande maioria dos pacientes se curam quando a neoplasia cancerígena é diagnosticado de forma precoce, em estádios localizados. Quando há metástase, em estádios avançados, o câncer pode ser controlado, até mesmo curar. O câncer já NÃO mata a maioria das pessoas que sofrem”, afirma o médico.

Os índices de sobrevivência aos cinco anos é superior a 90% em diferentes tipos de câncer (mama, próstata, tireóide ou pele).

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply