15 boas razões para comemorar o dia das Bruxas

15 boas razões para comemorar o dia das BruxasVista de uma abóboras preparada para o dia das Bruxas em uma loja de Lesznowola, Varsóvia, Polónia, hoje, 29 de outubro de 2015. EFE/Leszek Szymanski O Halloween, ou como campo só do medo e do pânico

Quarta-feira 30.10.2013

Controla a segurança dos disfarces de Halloween

Terça-feira 29.10.2013

Outono laranja

Terça-feira, 30.10.2012

Quem vai às consultas de psicologia?

Sexta-feira 01.07.2016

As patologias mentais no cinema: venham e vejam

Segunda-feira 06.06.2016

Você sabia que comemorar o dia das Bruxas pode ajudá-lo a viver novas experiências, sentir-se diferente, se relacionar mais, desenvolver sua criatividade, enfrentar os medos e celebrar a vida?

Uma menina filipina disfarçada, juntamente com o seu cão,em Quezon City, a leste de Manila, em um desfile do dia de Halloween. EFE/EPA/MARK R. CRISTINO

São apenas alguns dos efeitos positivos do dia das Bruxas sobre a mente e as emoções que nos convidam a “morrer de rir” e “distribuí-lo de morte” durante esta celebração e de dizer ao tédio: “ah, Você vai ter que passar por cima do meu cadáver!”.

A psicopedagoga Paula Saénz do armário ISEP Clínic de Barcelona explica como nós nos beneficiamos psicologicamente uma série de atividades que se realizam habitualmente durante o dia e a noite de Bruxas.

1.Organizar uma festa de Halloween

“Decidir organizar uma festa em casa para comemorar o dia das Bruxas e convidar alguns amigos é uma boa ideia, já que nos faz sentir importantes, anfitriões e com a responsabilidade de preparar a celebração, o melhor possível, para passar um bom tempo”, diz Paula Saénz.

2.Percorrer ruas, lojas e centros comerciais

“Viver o ambiente das ruas em datas como dia das Bruxas nos serve para sair da rotina, conhecer diferentes maneiras de abordar as tradições e descobrir novos lugares e pessoas com as que aproveitar”, aponta esta psicopedagoga.

3.Ir dançar

“Dançar é uma atividade muito boa, porque nos ajuda a manter a forma e, além disso, tem vários benefícios psicológicos. Ajuda-Nos a nos relacionar com outras pessoas, esquecer as preocupações, melhora a auto-estima e, inclusive, reforça a confiança em si mesmo”, diz Saénz. “Se acompanhamos o baile com uma noite temática, como a de Halloween, obtemos uma combinação muito divertido!” enfatiza.

4.Vestir-se e ir a uma festa de disfarces

De acordo com Saénz, com as fantasias, nos sentimos diferentes, sentimos que estamos no corpo de outra

 Uma família celebra o dia de Halloween em George Há Park, em Joanesburgo, África do sul. EFE/EPA/KIM LUDBROOK

pessoa ou personagem e podemos desinhibirnos, e isso nos serve para descobrir a fantasia, expressar nossas emoções e descubrirnos a nós mesmos. Além disso, é uma atividade muito saudável, tanto para adultos como para crianças”, acrescenta a psicóloga.

5.Ajudar nossos filhos a preparar esta celebração

Para esta especialista, esta festa é um momento de encontro com os nossos filhos, em que podemos explicar o que conhecemos desta celebração e que eles nos expliquem o que até agora conhecem dela”.

“Talvez lhes surjam dúvidas sobre a festividade e o que rodeia esta celebração e seja um bom momento para lidar com nossos filhos alguns temas”, recomenda.

6.Ver um filme de medo

“A sensação do medo, quando sabemos que não acontece em uma situação real, é uma sensação estranha em que nos sentimos com vontade de experienciá-la, mas por outro lado, não queremos enfrentar a ela”, explica.

“Ver um filme de conteúdo sobrenatural, na companhia da família ou amigos nos ajuda a nos dar conta de que aqueles que temos ao nosso redor sofrem também medos como nós”, ressalta.

7.Preparar sobremesas, doces e refeições caseiras

Um conjunto de pequenas abóboras decoradas com motivo do dia das Bruxas. É um bom momento para se reunir em família, e participar de todos. EFE/EPA/LESZEK SZYMANSKI POLAND OUT[POLAND OUT]“A cozinha permite desenvolver a criatividade e, mais ainda, se nós temos que criar pratos que se relacionam com uma temática concreta”, na opinião de Saénz.

Por isso, Halloween “pode ser um momento familiar ou de amigos em que todos ajudem na preparação dos pratos, aprendam a trabalhar em equipe e se relaxem e desconectando-se de outros problemas”, diz, acrescentando que, para as crianças também é muito benéfico, porque eles aprendem que o momento da refeição pode ser muito divertido.

8.Construir e decorar abóboras e outros objetos

“Como a cozinha, a criação destes manuais exige imaginação e criatividade, além de paciência e calma, e nos ajudará a libertar o stress e a aprender a nos concentrar no aqui e agora”.

9.Decorar e iluminar a casa com o espírito do dia das Bruxas

“A preparação para as férias, decorar, iluminar… nos faz passar momentos divertidos em família e nos mantém com entusiasmo e vontade de celebrar a festa de Halloween, e a cada momento prévio à celebração serve para compreendê-la e entender o sentido das diferentes costumes”, explica.

10.Participar em jogos tradicionais

“O típico jogo de “doces ou travessuras” é muito benéfico para as crianças se relacionam com os

Uma mulher reage enquanto sentado na

outras crianças do bairro, conheçam outros adultos que vivem no bairro e, além disso, desenvolver habilidades sociais como a resolução de conflitos ou a negociação”, segundo a especialista.

Para Saénz, este jogo também ajuda a que as crianças desenvolvam “a franqueza, isto é, relacionar-se conhecendo e defendendo seus próprios direitos e expressar-se de forma firme e afirmativa e, ao mesmo tempo, respeitando os outros”.

11.Dar as boas-vindas aos visitantes

“Do mesmo modo que podemos aproximar-nos a casa dos vizinhos, com o jogo de “doces ou travessuras” é possível que nos situemos o outro lado, e temos que receber a outras crianças que nos fazem este jogo ou que vão para casa a pedir doces”, diz.

Destaca-se que os benefícios a nível relacional são os mesmos e também desenvolver habilidades sociais básicas, com as quais teremos que lidar no nosso dia-a-dia”.

12.Reunir-se com amigos para contar histórias

“Voltamos ao “medo”, diz Saénz, “quando contação de histórias de fantasmas e lendas de Bruxas, somos nós mesmos os que expressamos nossos medos e os trasmitimos nossos amigos, ao contrário dos filmes em que somos meros espectadores”.

Com este tipo de experiências “nos conheçamos a nós mesmos e aprender novas coisas dos outros”, conclui.

13.Ir jantar a um restaurante ambientado

Umas jovens em lojas durante a noite de Halloween em Hong Kong. EFE/EPA/ALEX HOFFORD

Segundo esta especialista, ir jantar a um restaurante costuma apetecernos muito e, se está decorada para a ocasião com uma temática como a do Halloween, ainda mais.

“Nós Podemos ir fantasiados e colocar em jogo a nossa criatividade e imaginação, podemos conhecer aspectos novos que não conhecíamos esta festa, conhecer pessoas e, claro, sair da rotina”, enfatiza.

14.Informar-se sobre como celebrar esta festividade

“Aprender sobre outras culturas e tradições sempre é uma atividade enriquecedora, além de manter nossa mente ativa, nos amplia os pontos de vista, ajuda-nos a crescer e a aprender a se adaptar a diferentes situações”, de acordo com Saénz.

“Saber como celebram vários países do mundo, como México esta e outras festividades, favorece que sejamos mais empáticos e aprendamos a nos colocar na pele dos outros”, indica.

15.Pensar na morte a partir de uma perspectiva festiva

“Ter uma data ou momento no qual a lembrar os entes queridos falecidos nos transmite paz e tranquilidade”, diz Paula Saénz. Afirma que esta celebração

Paula Saénz, Psicopedagoga de ISEP Clínic de Barcelona, Bacharel em Psicopedagogia e Diplomada em Educação Social, pela Universidade de Deusto (Espanha) . Foto cedida

tem de ser alegria e diversão: “duas palavras difíceis de relacionar com a morte e mais ligadas à vida”.

“Isso, a vida, é o que devemos celebrar, lembrando que deixamos pelo caminho e pensando em quão felizes que podem estar vendo-nos desfrutar”, diz.

Além disso, para Saénz, “Halloween é um momento muito adequado para poder explicar para as crianças o sentido desta celebração e a sua relação com os falecidos”.

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply